Descrição do Projeto

Durante a temporada de verão, a alta produção de lixo em Caraíva vem sendo um problema recorrente. O recolhimento do lixo é feito três vezes por semana, junto com o lixo de Nova Caraíva, de forma que não é suficiente e os resíduos acabam acumulados em um terreno na beira do rio, esperando pelo próximo caminhão.

O Projeto Caraíva Limpa é uma iniciativa espontânea e emergencial, sem fins lucrativos, para minimizar esse problema e melhorar a vida em Caraíva. Para isso, o apoio e contribuição de moradores, empresários da região e frequentadores eventuais é essencial!

Objetivos

O Projeto Caraíva Limpa possui duas frentes:

1. Aumentar a quantidade de cestos de lixo nas vias públicas e aumentar a capacidade do recolhimento do lixo, através de contribuições voluntárias ao Projeto.

2. Conscientizar os frequentadores e turistas sobre a problemática do lixo, além de incentivar a separação correta do lixo orgânico, reciclável (latas de alumínio, principalmente) e lixo comum.

Como o Projeto Caraíva Limpa funciona?

O Recolhimento do Lixo

O recolhimento do lixo de Caraíva é feito por uma empresa particular, contratada pela prefeitura de Porto Seguro, via licitação pública. Para aumentar a capacidade dos caminhões, o Projeto irá contratar uma caçamba extra três vezes por semana, para recolher o lixo junto com o caminhão da prefeitura. O custo dessa caçamba é de R$600,00 por viagem. Esse valor será custeado por quem quiser e puder contribuir com o Projeto. O mínimo necessário a ser arreca- dado é R$3.000,00 para custear as caçambas extras pelo menos no período de maior movi- mento – que é a prioridade do Projeto Caraíva Limpa.

O valor arrecadado será revertido de acordo com as seguintes prioridades:

1. Custear a contratação de caçambas extras – 15 viagens a serem distribuidas ao longo da alta temporada, de acordo com a necessidade.

2. Compra de cestos de lixo – 30 lixeiras feitas de material reciclado a serem distribuidas nasvias públicas, mediante autorização do proprietário do terreno mais próximo.

Conscientização do problema do lixo

O Projeto está sendo divulgado e administrado pelo blog http://www.caraivalimpa.wordpress.com Além do material virtual, teremos também um material impresso, como cartazes a serem coloca- dos nos estabelecientos parceiros, para divulgar o Projeto. Outra iniciativa, é propor aos comer- ciantes e empresários de Caraíva que instalem duas cestas de lixo em seus estabelecimentos, sinalizando “lixo comum” e “latas”, para que os catadores (muitas vezes os próprios garis) não precisem revirar os sacos de lixo atrás de latinhas de alumínio.

Como contribuir?

A contribuição financeira é voluntária, e conta principalmente com turistas e outros frequentadores. Empresários, investidores e outros comerciantes são mais que bem vindos, mas entendemos que já são responsáveis por uma série de outros gastos, como a segurança de Caraíva – que também é particular.

Para contribuir, basta entrar em contato conosco pelo email: caraivalimpa@gmail.com ou acesse nossa página no facebook: https://www.facebook.com/CaraivaLimpa Assim que identificarmos o comprovante, a contribuição entra numa planilha – o livro caixa do Projeto – que estará disponível no blog para que todos possam acompanhar as contribuições e gastos (para cada valor gasto, teremos disponível a nota ou recibo). Dessa forma, todo con- tribuidor passa a fiscalizar o Projeto Caraíva Limpa!

PRIVACIDADE: Caso o contribuidor não queira ter seu nome indicado na planilha,é só enviar um email indicando um nome fantasia, que entrará no livro caixa aberto. Dessa forma, apenas a equipe do Projeto terá acesso aos valores disponibilizados por cada pessoa.

Equipe Responsável

Idealização – Álvaro Marcolan Jr, Fátima Freire, Mariana Guimarães

Administração – Carolina Penna/ Mariana Guimarães

Caixas – Carolina Penna e Daniela Giannini

Contratação das caçambas – Fátima Freire

Facebook /Agradecimentos- Mariana Guimarães

Anúncios

7 Comentário(s)

  1. Ludmila

    17/10/2012 às 21:21

    Gostaria de parabenizá-los pelo projeto e contar com a minha ajuda. Me comprometo a fazer uma doação no começo de dezembro de 200,00.
    Um grande abraço a todos,
    Ludmila



  2. Fabio

    18/10/2012 às 15:56

    Parabéns pela iniciativa e inicio do projeto, deixo a sugestão pelo estudo da viabilidade da instituição de “Taxa de Preservação Ambiental” semelhante ao cobrado em Fernando de Noronha, ou “Taxa de Turismo” semelhante ao cobrado em Morro de São Paulo. Também a ampliação do projeto para a “Preservação Cultural da Aldeia de Barra Velha” que a cada ano está mais deteriorada, civilizada e abandonada pela FUNAI. Sugiro ainda aos empresários da região, que nos últimos anos supervalorizaram o preço das diárias dos hotéis e pousadas, que proporcionalmente contribuam de forma mais relevante com tais iniciativas. Forte abraço a todos e contem comigo !



    • projetocaraivalimpa

      18/10/2012 às 23:16

      Olá Fabio!

      Para estabelecermos uma taxa fixa precisaríamos discutir com a comunidade e autoridades… por enquanto o Projeto é uma iniciativa espontânea de amantes de Caraíva, financiada por voluntários!
      Podemos pensar nisso para uma solução a longo prazo! O Projeto Caraíva Limpa ainda está dando os primeiros passos, mas queremos sim ampliar ao máximo nossa iniciativa! A sugestão é boa, vamos discutir a possibilidade real da aplicação e implicações dessa taxa, ok?

      Agradecemos sua sugestão!
      Abs,
      Projeto Caraíva Limpa



      • Fabio

        19/10/2012 às 18:57

        Exato, atuo na área do Direito Tributário e Constitucional em SP, estarei a disposição e que a iniciativa deste Projeto seja a Pedra Fundamental para a conservação de Caraíva. De todo modo reitero a cobrança de participação mais relevante financeiramente por parte dos proprietários de Pousadas, Hoteis e Restaurantes de Caraíva, nos últimos 3 anos a supervalorização das diárias foi descomunal. Abs e boa sorte !



  3. Adilson Ruiz

    24/10/2012 às 14:52

    Todavia, talvez possa ser solicitada uma contribuição fixa, pero expontãnea, coletada junto a quem chega. Quem não quiser contribuir não contribui, mas pode se chamar à responabilidade aqueles que vem curtir ótimos momentos em Caraíva.



  4. José Raimundo R de Castro

    16/05/2014 às 18:36

    Precisamos investir em educação ambiental, sem educação todo trabalho feito será passageiro, precisamos educa as crianças, os turistas e principalmente a comunidade.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: